O Mito do Leite de Vaca

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Mito do Leite de Vaca

Mensagem  Susana Lopes em Ter Dez 09, 2008 3:10 am

No mundo ocidental é amplamente divulgado a necessidade obrigatória de beber 3 copos de leite por dia para combater a osteoporose e como constituinte importante numa alimentação equilibrada.

Na realidade este conceito não é universal, é enfatizado sobretudo nos países onde a indústria dos lacticínios tem um grande peso económico. Portanto é fundamental analisarmos vários aspectos relativos ao leite para que assim cada pessoa possa fazer uma escolha consciente possuindo o máximo de informação possível.

Composição do leite (por 100 grs)

- proteínas (3,29%): caseína (82%) e proteínas de soro (18%)

- gorduras (3,34%): predominantemente gorduras saturadas com 65,8% do conteúdo total de gordura e liquidas à temperatura ambiente ao contrário das outras gorduras animais. Contêm colesterol.

- hidratos de carbono (4,66%): lactose

- água (88%)

- vitaminas especialmente em maior quantidade: B2, B12 (esta perde-se entre 10 a 20 % pela pasteurização e esterilização UHT)

- minerais: cálcio (o mais abundante), iodo, zinco, sódio, fósforo

(dados do Dr.Pamplona Roger - médico especialista em cirurgia geral e do aparelho digestivo e autor do livro"A Saúde pela Alimentação")


Processamento do leite

Como o leite cru pode transmitir muitas doenças, é obrigatoriamente pasteurizado e esterilizado nos países desenvolvidos. A pasteurização submete o leite a uma temperatura de 74º C durante 15 segundos e a ultra pasteurização ou esterilização UHT submete o leite a temperaturas muito altas, mas pouco tempo, entre 2,5 - 5 segundos. Desta forma destroem-se muitas bactérias patogénicas que procedem das tetas das vacas, em cuja superfície muitas vezes existem restos de matérias fecais contaminadas.


Vantagens do leite

- É sem dúvida um alimento muito completo e variado em nutrientes, mas pobre em vitamina C e ferro.

- Tem poucas calorias se for desnatado.

- Não produz ácido úrico ao contrário da carne ou mesmo das leguminosas.


Inconvenientes do leite:

O seu consumo habitual e excessivo causa ou agrava várias doenças, tais como:

Like a Star @ heaven transtornos digestivos: síndrome do cólon irritável

Like a Star @ heaven diabetes

Like a Star @ heaven cataratas

Like a Star @ heaven enfarte (devido à lactose se for em excesso)

Like a Star @ heaven anemia ferropénica (por ser deficitário em vitamina C e ferro)

Like a Star @ heaven consumo excessivo está relacionado com cancro da mama, ovário, próstata, cólon, linfoma

Like a Star @ heaven contra-indicado para quem tem intolerância à lactose e alergia ao leite de vaca (vómitos, diarreias, eczemas) e galactosemia

Like a Star @ heaven pode agravar doenças auto-imunes como é o caso da artrite reumatóide.


Diferenças entre o leite materno e o leite da vaca para o bebé

Em primeiro lugar é óbvio que o leite segregado pela fêmea de uma espécie é o adequado à mesma com todos os nutrientes necessários ao seu desenvolvimento. O leite de vaca é adequado ao seu bezerro e o leite da mulher ao seu bebé.

O leite da vaca satisfaz as necessidades de um bezerro que nasce com mais ou menos 30 kg e que vai ficar adulto em 3 anos, a criança nasce com uma média de 3 kg e tornar-se-à adulto em 20 anos. Basta olhar com naturalidade para este facto para percebermos que dar leite de vaca a um bebé não é adequado à sua frágil estrutura.

Além disso o leite materno também contêm substâncias que permitem o cérebro da criança desenvolver-se mais harmoniosamente.

Muitas vezes o bebé manifesta intolerância a algumas proteínas do leite de vaca, especialmente a beta-lactoglobulina e a albumina que juntas são responsáveis pelos micro sangramentos intestinais dos bebés com menos de 6 meses.

O ferro também é melhor absorvido através do leite da mãe e por isso algumas crianças que sejam alimentadas desde cedo com leite de vaca manifestam anemia.

A lactose do leite humano contribui para a acidez das fezes do bebé, protegendo-o do desenvolvimento da Escherichia Coli e de gastroenterites. O leite de vaca não tem essa propriedade.

O factor bifidus do leite de vaca é 40 vezes menos activo do que o leite materno.

Em geral, os minerais do leite materno são 4 vezes superiores aos do leite de vaca e melhor absorvidos. O leite de vaca contêm 3 vezes mais cálcio e 8 vezes mais fósforo do que o leite materno (temos que nos lembrar que os seus componentes são adequados a um bezerro de pelo menos 30 kg), mas a "pobreza" de cálcio do leite materno não apresenta nenhum inconveniente pois as necessidades do bebé são completamente satisfeitas, enquanto que o elevado teor de fósforo do leite de vaca diminui a absorção de cálcio na criança.

Quanto às vitaminas, o leite materno proporciona à criança as vitaminas C e D indispensáveis para o seu crescimento.

O aleitamento materno tem um papel fundamental na prevenção do cancro, tanto para a mãe que amamenta como para a criança futuramente, assim como diminui drasticamente a intolerância ao leite e derivados na criança amamentada.

O leite materno contêm todas as substâncias fundamentais e muda de composição em função da duração da amamentação. O ideal é que seja no minimo 6 meses.

O leite materno tem propriedades que não são encontradas de modo algum no leite de vaca:

efeito anti bactericida (protege contra as enterobactérias, previne gastroenterites e diminui riscos de infecções)
efeito antiviral (raramente têm otites - graças aos anti-corpos do leite materno) estão mais protegidos do síndrome de "morte súbita" do lactente propriedades anti-alérgicas (raramente se encontram casos de eczemas, asma, febre dos fenos).

(dados do Dr. Raphael Nogier - médico e consultor da OMS - extraidos do livro "O Leite Que Ameaça as Mulheres")


Fonte: Alquimia Alimentar

Susana Lopes

Mensagens: 364
Data de inscrição: 27/12/2007
Idade: 41
Localização: Lisboa

Ver perfil do usuário http://espondiliteanquilosante.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Parabéns

Mensagem  vitorlelis em Qui Set 19, 2013 9:42 am

Muitas informações boas aqui. Ainda estou aprendendo um pouco mais sobre a espondilite e como as pessoas lidam com ela no seu dia-a-dia. Estou lendo vários tópicos desse fórum e o que mais achei interessante até agora foi esse. Vou ler mais sobre o assunto e voltar aqui para discutirmos isso.

Abraços!

saúde
Estudante - Araguari-MG

vitorlelis

Mensagens: 1
Data de inscrição: 08/09/2013

Ver perfil do usuário http://www.vidadesaude.blog.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum