The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Mensagem  Susana Lopes em Qui Abr 10, 2008 4:36 am



Quando descobri que existia uma dieta que ajudava no tratamento da EA, resolvi adquiri-lo. Não sei se está à venda em alguma livraria em Portugal, pois comprei-o on-line.

Este livro está escrito num inglês bastante acessível, pelo que é de fácil leitura, para quem domina o básico da língua inglesa.

No The IBS Low-Starch Diet, a autora – Carol Sinclair – começa com um prefácio onde explica como é que descobriu que tinha Esponsilite Anquilosante. Carol começou por fazer a dieta sem amido porque tinha Síndrome do Intestino Irritável. Apesar dos seus médicos terem sido sempre contra esta dieta, nunca deixou de a fazer.

Quando editou o seu primeiro livro de receitas, Carol Sinclair recebeu uma carta de um doente com EA, que lhe perguntou se por acaso ela não teria Espondilite Anquilosante, visto que aquela dieta estava indicada para o tratamento da mesma.

O autor da carta (George McCaffery), conta-lhe que é paciente do Dr. Alan Ebringer – o médico que descobriu a relação amido\ EA – e descreve-lhe os sintomas desta doença. Comenta, ainda, que a dieta que Carol especificou no livro, é a dieta que está a fazer, sob a orientação do seu médico.

George McCaffery explica-lhe que a EA é uma doença debilitante, bastante dolorosa, que era desencadeada por uma bactéria chamada Klebsiella Pulmonae. Esta encontrava-se no cólon e alimentava-se de amido.

O seu medico tinha-lhe prescrito uma dieta isenta de amido e, desde que começou a fazer esta dieta, George McCaffery melhorou dramaticamente.

Carol, seguindo o conselho do Dr. Alan Ebringer, faz os exames médicos necessários e descobre que, afinal, as dores que sempre sentiu – para as quais os médicos não encontravam qualquer resposta – e que o Síndrome do Intestino Irritável, do qual padecia há décadas, eram somente sintomas de uma doença com o nome de Espondilite Anquilosante.

Neste livro encontramos, ainda, a definição de amido, onde encontrá-lo, como reconhecê-lo... como evitá-lo.

Eu gostei bastante de um pormenor deste livro: Carol mostra como o amido tem vindo a piorar a saúde de várias civilizações, ao longo dos tempos. Mostra, também, como é que o mito do "pequeno-almoço com fibras" começou.

Um dos títulos deste livro que eu gostei de ler: "Porque é que nenhum outro médico me falou disto?". Creio que esta pergunta põe em evidência a recusa dos médicos quando nós falamos desta dieta.

The IBS Low-Starch Diet termina com uma série de receitas sem amido. Algumas são bastante interessantes. geek

Creio que este livro - reconhecido pelo médico que descobriu a relação amido \ espondilite anquilosante,Dr. Alan Ebringer - é uma boa "ferramenta" para quem quer fazer esta dieta. Esclareceu-me bastante, aprendi muito e apercebi-me que esta dieta é algo mais sério do que eu pensava… cientificamente comprovada, só poderia ser realmente uma bos resposta à EA.

Porque é que ninguém fala da dieta sem amido?

Quando o Dr. Alan Ebringer começou a divulgar os resultados da sua investigação, os fundos monetários para a continuação da sua pesquisa, foram-lhe retirados. Chamam-lhe o “médico que incomoda”.

Quem é que este médico incomoda? Como é que uma descoberta como esta - que tantas pessoas já comprovaram a sua eficácia (aliás, eu sou uma delas!) - pode incomodar alguém? A OMS deveria ser a primeira a celebrar uma descorta como esta. Mas, infelizmente, o dinheiro fala mais alto...

Resta-nos a nós, doentes com Espondilite Anquilosante, divulgar... gritar bem alto, com a esperança que a nossa voz chegue a alguém que esteja a sofrer, para que esse alguém tenha a mesma oportunidade de lutar e vencer a EA como eu e muitos outros doentes conseguiram.

Até de repente,

Susana Lopes

Susana Lopes

Mensagens : 364
Data de inscrição : 27/12/2007
Idade : 43
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://espondiliteanquilosante.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Mensagem  FreePort em Sab Fev 07, 2009 10:41 am

Fontes de informação/desinformação/contra-informação/confusão/salvação

Antigamente... aprendia-se com tentar e errar, com o passar das semanas, meses, anos e décadas.
Não se sabia muito, mas quem queria... aprendia mais que os outros.
Aprendia-se com o que se via os outros fazerem e com o que se experimentava.
Sabedoria baseada na prática, como dizia o Camões...

Hoje em dia pode-se aprender mais numa semana do que em séculos passados num ano.
Hoje em dia a escola debita teorias e tretas abstractas para marrar...
Jornais e televisão são ocupados por líricos, ilusionistas e vendedores & fazedores de opiniões.
A internet e os computadores, " o virtual teórico" substituiu a prática e o saber "à Camões"
Lê-se menos e o número de idiotas e líricos desfasados da realidade cresce a olhos vistos...

Resultado: um conhecimento extenso, caótico, superficial e inútil.
As pessoas sabem cada vez mais de tudo, mas são incapazes de ver o que está à frente do nariz.
Os preconceitos/teorias/propaganda acumulada os longo dos anos impedem-nas.

Por isso, ler livros em papel, saber ler... e ler para aplicar é hoje, mais que nunca útil.
De preferência escritos por pessoas que pratiquem o que dizem, que tem soluções/métodos que funcionam também nos outros. Ao invés de comprimidos/cirurgias/desprezo médico/resignação.
..............................................................................................................
Entra: "the Low Starch Diet" de Carol Sinclair.

São várias as opções:

a) Compra-se o livro da Sinclair: 9,4 euros no total (livro e portes), lê-se o livro, compra-se o iodo e testa-se de A-Z. E vai-se fazendo o caminho a partir daí.

b) Poupa-se para as pizzas, não se compra o livro e lê-se reviews na Amazon(s), a review da Susana, ou outros sites da net sobre esse livro na net e "inventa-se uma dieta, tipo “coca-cola + salsichas sem amido". Cozinhar & fé em Deus...

c) Lê-se informação dispersa de 12 sites, cada um com perspectivas diferentes/contraditórias sobre a AS, não saindo da cepa torta, ao longo de meses.

d) Não se lê o livro, regista-se no fórum e espera-se que outros deem conselhos/traduzam o livro, que sejam (milagrosamente) a solução para quedista/desejada/fácil. Ah e joga-se no totoloto, também.

e) Vai-se de médico/a em médico/a, passando por uma longa série de comprimidos e injecções de várias cores, formas e feitios... Até que o corpo/mente começe a descrer da "sapiência/fé medicino-farmacêutica".
Aí em algumas pessoas... o desespero leve a pensar que os médicos são parte do problema e não a solução. Aí... às vezes, alguns tentam os livros com soluções, antes desprezados como ridículos, tipo a Dieta sem amido...
..............................................................................................................
Solução A !!! acho que é a melhor, a menos confusa ( CLARINHA DA SILVA ), a mais rápida, a mais segura. Mais barata, até, tudo considerado.
Para complementar a review da Susana, indicar abaixo o link onde é mais barato comprar este livro:

www.bookdepository.co.uk/WEBSITE/WWW/WEBPAGES/showbook.php?id=0091912865

Título: "IBS Low-starch Diet "
Autora: Carol Sinclair
ISBN: 0091912865
Editora: Vermilion

Na bookdepository =10,06 euros (em Outubro 2009)
Sem portes (sem Luvas) para todo o mundo. santa

Chega a Portugal continental em 7 dias úteis, após a encomenda online.
Também se pode comprar na Amazon, mas fica mais caro, mesmo usado (excepto quem mora: UK ou USA).
..............................................................................................................
A maneira mais fácil de comprar o livro é usando 1 cartão de crédito e online (net).

Quem não tem cartão, ou não tem net, ou tem medo, adianta 10 euros a 1 amigo/a pedindo para este comprar nesse site.

Quem não tem amigos, nem cartão, nem net, dirija-se a 1 boa livraria com os dados do livro: autora, título, editora, ISBN e encomenda.
Paga mais e pode demorar mais um tempo, mas o livro chegará. cat

Não é mais complicado arranjar o livro da Sinclair do que qualquer outro, não concordo com a Susana nisso.

Se o título fosse... "KamaSutra Gay ilustrado, 1000 posições"... Embarassed
..............................................................................................................
Tendo o livro na mão, é explora-lo, ler e sublinhar o que é importante/útil.
Riscar o útil, sublinhar, usar cores, anotar.

Considerem o livro como uma ferramenta para ficarem melhores.
Um livro não deve ser uma obra de arte/decoração de estante. É para usar e gastar.
Por isso, porque para aproveitar o livro ao máximo não pode ser emprestado, seja de amigos, seja da biblioteca.
Os interessados devem atravessar-se e deixar de serem "cravas oportunistas".
Quem quer melhorar compra, quem não quer queixa-se.

O livro é algo de pessoal.
Cada pessoas aprende de maneira diferente e conforme a sua inteligência e/ou experiência de vida (ou sua ausência) acha um bocadinho de texto do livro: útil, inútil, engraçado, errado, fundamental, para ignorar, ou assunto de mais pesquisa/testes.

Eu além de riscar no livro, também tiro apontamentos parte para encaixar ideias, pesquisar neste ou naquele ponto que acho útil, ou tentar ajudar esta ou aquela pessoa a entender isto ou aquilo.
Além de mais uns riscos no livro, para facilitar outras leituras no futuro.
..............................................................................................................
Depois vem a parte IODO-PRÁTICA (antes das receitas e afins):

Jumbo: TINTURA DE IODO: ~0,59 euro/30mL (zona junto ao álcool e pensos, etc)
Dá para meses.

Livro + 30mL iodo
Mama mia... uma fortuna... vou antes perguntar se alguém leu e o que achou... jocolor
______________________________________


Última edição por FreePort em Qui Out 08, 2009 3:17 pm, editado 3 vez(es)

FreePort

Mensagens : 126
Data de inscrição : 05/02/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Mensagem  Susana Lopes em Sab Fev 07, 2009 12:45 pm

Bem... como já te disse, emprestei o meu livro a um membro deste fórum, no ano passado.

Livros sublinhados, riscados, apontados... tu não é o único com esse método de estudo. É bastante eficaz, pelo menos, para mim. É assim que eu trato os meus livros... estão uma autêntica vergonha para todos aqueles que nem sequer tocam nos livros para não correrem o risco de não lhes causar dano, como uma dobra num dos cantos da folha.

Não nos falas sobre ti... porquê, posso perguntar?

Dá-me a sensação que estás revoltado com algo... sente-se algo de estranho nas tuas palavras. Pode também ser impressão minha, não sei.

Sabes, Freeport, quando resolvi criar este espaço, não fazia ideia que iria ter tantos membros... aliás, pensei que ninguém iria sequer ler o que para aqui escrevo. Mesmo assim, resolvi fazê-lo.

Porque me revolta: o nosso SNS; a maioria das pessoas que nos rodeiam que preferem acreditar que somos um bando de preguiçosos que querem viver à custa de um subsídio qq; saber que existe uma forma de tratar esta maldita doença e que ninguém sabe - ou se sabe, pouco lhe importa ou não quer saber... tanta coisa que me revolta! Creio que ficaria aqui o resto da tarde a enumerar tudo.

Mas, voltando. Todos os dias, ao ler um testemunho após outro, essa revolta aumenta. Por vezes, tenho que ficar um dia ou dois sem vir aqui, porque sinto uma sensação de impotência a que não me posso permitir.

De todas as minhas maleitas, a DOC é a pior. A única para a qual ainda não encontrei solução, através de processos naturais.

Não sei se sabes, a DOC "obriga-nos" a procurar a perfeição em tudo. É assim que nos sentimos seguros.

Sempre que escrevo alguma coisa, tento fazê-lo da melhor forma, tento que a informação que trago para aqui seja o mais fidedigna possível. Não obstante, muitas vezes questiono-me se terei, de alguma forma deturpado algo e que, por isso, vá de alguma forma prejudicar alguém.

Por isso, muitas vezes, sinto-me sozinha. Porque conheço muito poucos que seguem a DSA. Eu tenho tantas dúvidas...

O livro da Carol ajuda muito, sem dúvida (contudo, existem muitas perguntas para as quais não tenho resposta).

É muito fácil encontrar este livro, tenho que concordar contigo. Agora, eu já sei o que é a internet e o que são vendas on-line... mas, ainda existem muitas pessoas que não sabem.

Se eu vou fazendo, aqui, os meus "reviews" - como tu lhes chamas - é porque, acredito que poderei estar, de alguma forma a ajudar alguém, como eu fui ajudada, um dia.

O caminho pode ser simples... mas se não soubermos como chegar ao ponto de partida, jamais conseguiremos fazer o que seja.

Sim, por vezes, também fico um pouquinho triste por ver que algumas pessoas se refugiam na esperança que uns comprimidinhos multicoloridos as vá acordar do maldito inferno em que vivem. Mas, não podemos criticar, assim, as pessoas... porque não sabemos o que se passa com elas!

Escuta: eu tenho uma amiga que fez tudo o que podia. Levou a DSA até não conseguir mais. Eu testemunhei o sofrimento dela. Infelizmente, a DSA não era a resposta certa para ela... Está, de momento, a ser medicada com um biológico. Graças a Deus, a dor crónica aliviou bastante. Estaria mais satisfeita se ela tivesse conseguido chegar aqui através da DSA... mas, fico muito feliz saber que ela está sem dores.

Assim como esta minha amiga, existem muitas outras pessoas que por uma razão ou outra, não conseguem seguir com a DSA. O que devem fazer? Continuar à procura.

Chama-lhes "cravas oportunistas"? Não creio... andam somente perdidos. Nunca andaste perdido, Freeport?

Eu andei... muitos anos. Demasiados.

Quando fui diagnosticada fui até à internet e procurei sabre mais sobre a EA. Lembro-me de ter procurado dicas para uma melhor alimentação... não encontrei nada.

Porque não sabia navegar... tão simplesmente isso. Podes chamar-me o que quiseres: inculta, desinformada... até burra, se quiseres. Eu não sabia navegar, é verdade. Não obstante, acredito que isso não seja assim tão bizarro. No meu caso, como profissional de saúde, passava cerca de 14 horas diárias com pessoas reais, vidas reais... a internet estava bem longe da minha vida.

Até que alguém me ensinou - depois de se rir um pouco às minhas custas lol! - a navegar. Em Inglês. Porque na língua de Camões, pouco, quase nada havia.

E... eis que encontro o kikas, a Carol, o livro da Carol... a DSA!

Descobri que existem também aqui, pessoas reais, vidas reais... por isso, este espaço. Não destinado a "cravas oportunistas"... Destinado, sim, a pessoas que, (como eu até algum tempo atrás) se sentem perdidas, que não sabem o que fazer com a EA, que não têm conhecimento que um regime alimentar pode lhes "salvar a vida"... e que sabem pouco deste mundo virtual que nos rodeia. Ou destinado a pessoas que sabem algo mais e que não se importam de nos vir ajudar - ao que nós agradecemos muito I love you !

Também existem pessoas que não sabem Inglês... nem têm uma pessoa - familiar ou amigo - que lhes possa ajudar. Então, que mal há em ler o que está traduzido? (bem... ainda não está... mas estará, prometo Embarassed )

A informação que se encontra - navegando por uma dúzia de sites que falam sobre o assunto - é dispersa e contraditória, sim. Pode-se estar durante meses sem se sair da "cepa torta", como dizes. Não obstante, foram esses sites que, num espaço de mês e meio, me levaram a iniciar a DSA.

Com as diferentes perspectivas de cada site e com o livro da Carol fiz um plano... e segui-o: fiz testes, experiências, remodelei o dito plano mil e uma vezes...

É minha convicção que Todos os doentes com EA ou outra doença reumática qualquer - porque acredito, depois de muita pesquisa, que um regime alimentar certo, é a solução - deveriam seguir o regime alimentar próprio para a sua patologia. E deveriam ir até ao seu último fôlego. É dificil... mas, quem consegue estar com estas dores 24 horas por dia... consegue tudo!

Por isso, nós tentamos mostramos - aqui - o tal ponto de partida, umas dicas para o caminho... mas, cabe a cada um resolver consigo mesmo, se está na Hora de começar a caminhada.

Freeport, gosto de te ter por cá... tu, o Ricardo, a Zélia e o Charlie vieram ajudar muito este fórum.

Porque sabemos muito pouco sobre a DSA, e vocês já nos deram uma ajuda preciosa. Uma dica aqui... uma informação ali... é para isso que serve um fórum! Troca de ideias! Ideias essas que nos podem ajudar a responder àquela questão que nos incomodava porque não encontravamos a
resposta!

Ideias, conselhos, opiniões, desabafos...

Sem críticas, nem juizos de valor...

Um abraço e até de repente,

Susana Lopes

Susana Lopes

Mensagens : 364
Data de inscrição : 27/12/2007
Idade : 43
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://espondiliteanquilosante.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Mensagem  FreePort em Sab Fev 07, 2009 2:23 pm

Se calhar eu devia mandar PM... What a Face

Eu explico.

"reviews" hehehe. Não conheço melhor termo. E não tenho medo de o usar.
.....................................................
"cravas oportunistas". geek

Vejamos... se eu emprestar 1 livro a uma pessoa ela negar que alguma vez eu emprestei...
Se eu emprestar 3 ou 4 livros a outra pessoa e ela disser que nunca os viu sequer...
Se eu emprestar 1 livro a uma pessoa (1 familiar), uma pessoa que tem o livro na sala de estar e ela disser que o livro é dela (um livro do círculo do leitores, note-se).
Se tiver emprestado 1 livro que nem sequer está à venda, ultra-esgotado há anos.

Os 5 casos acima são todos de pessoas diferentes, já nem falo de revistas.
Como isso se passou comigo, antes de ganhar juízo,
acho que ganhei o direito de chamar os "cravas oportunistas" pelos nomes.
E estou usar um eufemismo.
....................................

Sobre os médicos/as. Não queria falar sobre isso... É pessoal, não ilumina a alma de ninguém e não há razão para fazer as criancinhas terem pesadelos de noite.
....................................
Sobre a questão de se falar ou não falar uma língua e pedir ajuda ou precisar de ajuda.
Divergimos de opinião...
Ser falar 2-3-6 línguas não faz uma pessoa ajudar outras.
Uma pessoa por apenas falar português (nas suas variações) merecerá mais respeito?
scratch
.................................
Já andei perdido, ou a vaguear, mas não sou do tipo de pessoa que desespere, mesmo no limite.

A net, uns anos atrás não era a ferramenta que hoje é. Mesmo os livros não eram. Hoje é mais fácil.
E quem quer... aprende com os erros. "Saber de experiência feito". Lusíadas.
.................................
Traduções.

Susana, tem compaixão, queres tirar emprego à tradutoras profissionais?
Olha que eu conheço uma Smile sunny

Não. Eu queria dizer outra coisa. Vou tentar explicar.

A mim parece-me que podias, com vantagem, usar o tempo livre/a tua reserva de energia para te ajudares 1 pouco mais a ti própria. Ou seja... insisto nisto para que não dê azo a novos mal entendidos: traduzires não te irá ajudar, ou pouco. Enfim... há a satisfação de ajudares outros.

Mas... pode ser... ideia minha... que em vez de traduzir pudesses ler/experimentar coisas novas que fossem soluções, para ti. Não sei se isto parece egoísta... Há pessoas que ajudam pessoas anos a fio e não decidam usar 10% desse tempo a ajudarem-se a si próprias.

E... que me perdoem as almas cheias de boas intenções e zero feito (de que o inferno está cheio), mas vejo em todos os fórums isto: certas pessoas perguntam, perguntam, perguntam e nunca dão nada em troca. E desaparecem.

Eu... pensei fugir 1 bocadinho à regra e dar alguma coisa 1º. Ou dar apenas.
flower
.................................
Criticar.

Gente que critica é mal amada. Ninguém gosta. Eu sei.
No entanto... às vezes... quem critica diz verdades que as língua-de-mel não dizem.
elephant
.................................
Dito isto, Susana, qual era o outro livro sobre o amido que disseste que ias falar?

E se tiveres dúvidas indica, o tempo não dá para navegar em tudo que foi escrito aqui.
Pode-se dar o caso de... quem sabe... o que procuras já ter sido encontrado, por alguém...?

Eu não fiz "uma review" ao livro da Sinclair porque ainda era censurado. E porque me parece que a maioria das pessoas não leva os conselho dela (acertados diga-se), muito em conta. Ou seja, parece-me que o problema não está em não saber os princípios da dieta, não está em precisar de mais traduções, está... está...

É melhor não dizer hehehe santa

FreePort

Mensagens : 126
Data de inscrição : 05/02/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Mensagem  Susana Lopes em Sab Fev 07, 2009 3:41 pm

Olá...

PM porquê? cat

Com tanta conversa esqueci Surprised ... os livros de que te falei não falam especificamente na DSA, mas referem um regime alimentar muito semelhante e não são totalmente direccionados à EA, apesar desta ser refenciada. São livros bastante interessantes, a meu ver.

Um deles é o Conquering Arthritis, de Barbara Allan.

O outro, não o tenho comigo - emprestei-o rendeer . Mas, na segunda já terei e dar-te-ei o nome. Também é bastante interessante. Ambos fáceis de comprar... tu sabes onde Wink

...ah, lingua de mel tongue ? Detesto mel... affraid já me chega aquele que tenho de comer todos os dias No ...

Dúvidas? São muitas... mesmo muitas. Terás tempo para me ajudares Wink ?

Um abraço e até de repente,


Susana Lopes

Susana Lopes

Mensagens : 364
Data de inscrição : 27/12/2007
Idade : 43
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://espondiliteanquilosante.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Freeport?

Mensagem  Sporting em Sab Fev 07, 2009 7:58 pm

Vais-me desculpar mas escreves demais para quem tem um nick tão mediático. O que os doentes de ea precisam é de um ombro amigo, de uma palavra, de esperança. Eu, felizmente, sou um um caso feliz de DSA, mas a minha irmã, A MINHA IRMÃ, que tem a mesma doença, num estado mais avançado que eu, não tem conseguido o sucesso pretendido com a mesma fórmula. Achas que é falta de informação? Falta de interesse? Falta de vontade de acabar com as dores que tem desde a adolescência?

Vai com calma, para que no fórum, te possamos absorver com sabedoria.

Sporting

Mensagens : 68
Data de inscrição : 26/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Mensagem  Convidad em Dom Fev 08, 2009 4:32 am

Quero simplesmente mais uma vez agradecer à Susana. Posso parecer uma " língua-de-mel", mas só depois de encontrar este site comecei a ser menos ignorante e pesquisar mais sobre a minha doença. A determinação da Susana incentiva.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Mensagem  FreePort em Dom Fev 08, 2009 5:03 am

Susana, olá Smile

Hum, se tu tiveres tempo entre traduções para perguntares... eu arranjarei tempo para ler.
E quem sabe... para apontar uma direccção, ou 1 mapazinho...
Temos acordo?
....................................

Vivó Sporting Smile

Mesmo gêmeos são diferentes. Se uma coisa não funciona quando executada devidamente por 1 tempo... Tempo esse que varia, mas que é uma variável fundamental, mudar 1 detalhe? Experimentar novas avenidas?

FreePort

Mensagens : 126
Data de inscrição : 05/02/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Mensagem  Sporting em Dom Fev 08, 2009 7:43 am

FreePort escreveu:

....................................

Vivó Sporting Smile

Mesmo gêmeos são diferentes. Se uma coisa não funciona quando executada devidamente por 1 tempo... Tempo esse que varia, mas que é uma variável fundamental, mudar 1 detalhe? Experimentar novas avenidas?

Acho tens intervenções interessantes, mas dou por mim a ter dificuldade em perceber o que pretendes dizer.

Já percebi q fazes a dieta e com sucesso, ou pelo menos lidas de perto com alguém que a faz. Mas desde quando? Como é q a descobriste? Sentiste efeitos rapidamente ou tiveste uma evolução lenta? Tomas suplementos?

Elucida-nos, mas mais na 1ª pessoa. Ajuda à compreensão. Smile

Sporting

Mensagens : 68
Data de inscrição : 26/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Mensagem  Páscoa em Dom Fev 08, 2009 8:32 am

Olá "freeport"

Em primeiro lugar, dou-te os parabéns pelo que escreveste aqui:



Compra-se
o livro da Sinclair: 9,4 euros no total (livro e portes), lê-se o
livro, compra-se o iodo e testa-se de A-Z. E vai-se fazendo o caminho a
partir daí.


www.bookdepository.co.uk/WEBSITE/WWW/WEBPAGES/showbook.php?id=0091912865

Título: "IBS Low-starch Diet "
Autora: Carol Sinclair
ISBN: 0091912865
Editora: Vermilion

Na bookdepository = 8,18 libras inglesas = 9,36 euros (em 05 Fev2009)

...........................................................................................................
A maneira mais fácil de comprar o livro é usando 1 cartão de crédito e online (net).

Quem não tem cartão, ou não tem net, ou tem medo, adianta 10 euros a 1 amigo/a pedindo para este comprar nesse site.

Quem
não tem amigos, nem cartão, nem net, dirija-se a 1 boa livraria com os
dados do livro: autora, título, editora, ISBN e encomenda.
......................................................................................................
Tendo o livro na mão, é explora-lo, ler e sublinhar o que é importante/útil.
Riscar o útil, sublinhar, usar cores, anotar.

Considerem o livro como uma ferramenta para ficarem melhores.
Um livro não deve ser uma obra de arte/decoração de estante. É para usar e gastar.
Por isso, porque para aproveitar o livro ao máximo não pode ser emprestado, seja de amigos, seja da biblioteca.
.
.Assim: Livro (9,36 euro) + 30mL iodo (0,57 euro) =9,93 euro

Ora bem, o leite é origem de:
a) leite
b) yogurte
c) manteiga
d) queijo
e) natas


Leite crú, arranja-se, para quem tem vaca/cabra/ovelha(s), ou amigos que tenham,
ou se possa deslocar à aldeia, ou ao produtor. Note-se que é meio ilegal, ou seja...
a lei não aprecia que o consumidor faça isso...

Manteiga crua também se arranja, aqui e ali, com um bocado de esforço.

Queijo crú, é fácil de arranjar: queijo São jorge ; Queijo da Ilha (verificar que diga leite crú).
Estes são os mais baratos. Há também queijos de ovelha crús e queijos de cabra crús,
mas são mais caros.
Claro está os queijos amanteigados crús são de mais fácil digestão (comparando com o queijo da Ilha). Pena é o $...

Leite... nos supermercados temos:
Leite gordo do dia (o melhor)
Leite UHT magro (o pior)

Yogurtes, a meu ver não há nenhum decente à venda.
Quem quer 1 bom yogurte tem de o fazer em casa,
segundo o método Gottschall, fermentado 24h.


Não esquecer:
comida testada com iodo é apenas e só para isso, testar! Não se come.

Queria indicar este detalhe que não é muito falado,
frutas/vegetais da estação podem dar resultados diferentes do que os vegetais "todo o ano".

Razões: frutas/vegetais da estação... SE COLHIDOS MADUROS...
são sem dúvida mais ricos em nutrientes e em sabor ... e menos provável que tenham amido.As As As tabelas, mesmo as portuguesas ajudam, mas o teste de iodo, mostra a feia realidade


A osteoporose está ligada a:

[b]o que comes (e o que não comes)
o que bebes (e o que não bebes)
os exercícios que fazes (e os que não fazes)
os medicamentos/drogas/químicos que tomas (ou tomaste)
idade física e mental (quanto mais jovem, mais fácil recuperar)
outros problemas (de saúde/etc) que limitem mudanças (dos factores acima, etc)
vontade de melhorar/viver/bom senso/persistência/informação (ou falta deles)



[b]



Realmente revela conhecimentos e empenho em descobrir soluções.


Em segundo lugar, lamento o que escreveste aqui:



Poupa-se para as pizzas, não se compra o
livro e lê-se reviews na Amazon(s), a review da Susana, ou outros sites
da net sobre esse livro na net e "inventa-se uma dieta, tipo “coca-cola
+ salsichas sem amido". Cozinhar & fé em Deus...

c) Lê-se informação dispersa de 12 sites, cada um com perspectivas
diferentes/contraditórias sobre a AS, não saindo da cepa torta, ao
longo de meses.

d) Não se lê o livro, regista-se no fórum
eespera-se que outros deem conselhos/traduzam o livro, que
sejam(milagrosamente) a solução para quedista/desejada/fácil. Ah e
joga-seno totoloto, também.

Cada pessoas aprende de maneira diferente e conforme a sua inteligência e/ou
experiência de vida (ou sua ausência) acha um bocadinho de texto do
livro: útil, inútil, engraçado, errado, fundamental, para ignorar, ou
assunto de mais pesquisa/testes.


Tentam fazer "uma salada", ou seja misturar o que fazem com um bocadinho desta dieta,
um bocadinho daquela acolá, e mais uns pozinhos de autoria própria...
... e esperam que funcione tudo 5 estrelas.


Quem já sabe manejar ferramentas pode aproveitar informação de 5 sítios diferentes,
e a seu tempo integra-las ou rejeita-las.
Mas... a maioria das pessoas não é capaz de o fazer. Falta-lhe bases.








Revela arrogância, e desprezo por todas as pessoas que mesmo sem as
"bases" que julgas ter, acreditam que podem ajudar, nem que seja dando
aquilo que tenho a certeza que já não consegues .

Lamento
também que a vida te tenha tirado a capacidade de ser humilde perante
aqueles que por um qualquer motivo não tiveram acesso a mais
conhecimentos académicos, porque o conhecimento que a vida dá também nos pode-nos transformar em sábios.


Um abraço a todos

Fernanda Páscoa



//

Páscoa

Mensagens : 192
Data de inscrição : 04/04/2008
Idade : 59
Localização : Almada

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Mensagem  FreePort em Dom Fev 08, 2009 11:19 am

Sporting,

se uma pessoa se limitar às coisas que pode aprender na primeira pessoa, fica-se limitado/a.
Isto por várias razões, deixa ver... não é assunto que tenha pensado antes...

Diria... por razões de tempo, de dinheiro, de meios físicos externos, de persistência, de idade em que começou a interessar-se por isto ou aquilo, do país onde mora, da família que tem, dos amigos, do emprego e contactos, etc.

E todos este factores ficam mais limitados e mais limitantes... se a pessoa se interessar por muitos assuntos ao mesmo tempo. Por isso, ser um Leonardo da Vinci, moderno, dominando as ciências/pseudo-ciências do seu tempo, hoje em dia... não é possível.
E para esticar esse possível, teria de cortar no sono, cortar com a vida social, engolir uns comprimidos que substituiriam a comida, para ter 20h por dia para saber mais.
Valerá a pena...?

Suplementos... ou acrescentos, ou secundários.

Há os suplementos e há a comida e bebida tradicional. Há quem use ambos. Eu não tenho estado a ver o que cada um de vós come e bebe ou os comprimidos que toma. Não estou bem dentro da história dos suplementos. Ou melhor... pode-se dar o caso de daqui a 1 tempo indicar um par de coisas que podem ser úteis. Mas não o queria fazer até ter mais informação sobre isso (ou mais prática disso). Para não estar a induzir sportinguistas, ou portistas ou benfiquistas em erro.

E porque tenho a impressão que a comida & bebida tradicional é o primário e os "suplementos" são ou secundários. Ou seja... se a dieta for totalmente má os melhores "suplementos", quando muito poderão evitar males piores. Assim, dá 1 tempo ao tempo e a seu tempo direi algo sobre isso.
.............................

A Sinclair, assim de memória, não faz finca pé na questão de "suplementos".
E ela consegui curar-se.
Assim, em pelo menos 1 caso... o primário ganhou ou secundário. cheers

Se alguém se lembrar de suplementos alimentares que a Sinclair usa, que diga cat

FreePort

Mensagens : 126
Data de inscrição : 05/02/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Mensagem  Sporting em Seg Fev 09, 2009 12:25 pm

A questão dos suplementos era apenas uma entre outras. O que eu pretendia era que partilhasses a tua experiência pessoal, com ou sem suplementos. Não estou sobremaneira interessado nesse "secundário". Felizmente tenho tido bons resultados com o "primário", embora vejo a questão dos suplementos, não como parte da terapia, mas como forma de compensar deficiências nutricionais em virtude da própria terapia.

Não te preocupes em induzir alguém em erro. O fórum existe para partilhar ideias e experiências. Acho q todos entendemos que a doença e a terapia são muito específicas e próprias em cada indivíduo. No meu caso, o que faço é deixar o meu testemunho, na esperança que alguém o possa aproveitar de forma positiva. Não sou o dono da razão nem tenho pretensão que alguém siga os meus conselhos. Cada um faz o que achar melhor, e naquilo que puder ajudar, aí estarei. Nada mais.

Dar tempo ao tempo... Acho que todos os que fazemos (ou já tentámos) a DSA sabem bem o que isso é.

Sporting

Mensagens : 68
Data de inscrição : 26/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Mensagem  FreePort em Seg Fev 09, 2009 1:11 pm

Estou convencido que há uns "aditivos" que fazem o carro andar melhor e mais depressa.
Neste fórum não se fazem corridas, mas acho que seriam de utilidade até para carros-de-choque danificados como eu ou outros.
Ao que vi (até agora) não são "aditivos" usados aqui por outros e eventualmente nem referidas em livros que algum de vós tenha lido.
Por isso, por ser "gasolina" não testada, não recomendada (pelo menos por ora) não vejo razão para estar a alimentar ilusões. De resto, sou novo no fórum e ainda me falta ler muito.

Não pretendo estar a ensinar a missa ao padre...
.......................

Sobre o livro da Sinclair fiz 1 comentário, porque só tem 1 review neste fórum, ou seja li o que havia (foi rápido). E depois disso achei que podia opinar.
Review bem feita por sinal, pela Susana. O livro da Sinclair tem poucas reviews. Acho que a Susana falou e explicou o fundamental. farao

Claro está, só a leitura completa, meditada e com alguma prática dá segurança interior, que as eventuais melhoras físicas reforçam. O livro é coerente e aborda os básicos da alimentação todos. Não o acho nada confuso. Pelo contrário, a autora dá imensos detalhes e explicações.

Eu pensei em fazer 1 review, mas após ter começado, reli a da Susana e a review dela era melhor que a minha ia ser... É verdade, eu admito. What a Face

Por isso... e porque acho que a competição é uma desgraça para a humanidade, feito o comentário, passei a testes com o iodo, aspecto novo neste site e raro.
Isso dará para 1 tempo... cat

FreePort

Mensagens : 126
Data de inscrição : 05/02/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The IBS Low-Starch Diet - O Livro da Dieta Sem Amido

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 2:48 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum