Otília Pires de Lima... porque nunca é demais recordar!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Otília Pires de Lima... porque nunca é demais recordar!

Mensagem  Susana Lopes em Qui Abr 22, 2010 1:14 am


Susana Lopes

Mensagens : 364
Data de inscrição : 27/12/2007
Idade : 43
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://espondiliteanquilosante.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Otília Pires de Lima... porque nunca é demais recordar!

Mensagem  janita em Qua Abr 28, 2010 4:36 am

Ola a todos desta grande família


Gosto demasiado deste testemunho, acho que não podia retratar melhor a nossa luta pela vida, pela sobrevivência.

O caminho é esse, não temos outro, podem ter a certeza disso.

Eu por acaso já tinha chegado a esta conclusão que a D. Otília apresenta neste programa, o tal triangulo: amor, aceitação e perdão, estados de alma tão necessários para superarmos tamanha provação, como foi o caso dela.

Não sei se ficou curada por isso, porque mt gente como ela, apesar de tudo não consegue sobreviver, agora que aprendeu uma grande lição de vida e cresceu como ser humano, disso não tenho a menor dúvida.

No nosso caso, sendo uma doença tão sofredora e ainda por cima sem cura, a nossa fé tem de ser ainda maior, pois não vemos o fim, simplesmente temos de conviver com a dor para o resto da vida, estamos todos conscientes disso, Que seria de nós senão aceitassemos o que não podemos mudar?

Um grande bem haja a esta grande senhora que descreve de uma maneira excepcional , como encarou o seu problema e como tão bem lhe soube dar a volta por cima, a Susana neste caso encarregou-se de passar esta mensagem a todos nós, o que faz todo o sentido, para que possamos seguir o exemplo.

Obrigada!

bjinhos

janita

Mensagens : 70
Data de inscrição : 13/03/2010
Idade : 49
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum