A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Susana Lopes em Seg Jan 18, 2010 4:39 am

Já todos sabem que eu comecei esta dieta há dois anos. Já todos sabem que, na minha opinião, todos deveriam seguir este regime alimentar dando, assim, uma hipótese à dieta e a si mesmo (mas seguir a sério, com vontade, sem batotas, sem ideias derrotistas). Já todos sabem que a dieta salvou-me a vida de todas as maneiras que uma vida pode ser salva.

O que ainda ninguém sabe é que eu já estou a comer tudo. Há cerca de um mês, resolvi fazer a experiência. Comecei a reintroduzir alguns alimentos e, para meu espanto, o meu organismo tolerou todos os alimentos que fui introduzindo.

Hoje, recebi os resultados das minhas análises clínicas. Os valores da VS e da PCR continuam normais, muito abaixo dos valores da referência. Neste momento, não tenho qualquer tipo de inflamação no meu organismo.

Quando penso que, até há pouco mais de dois anos, eu estava completamente incapacitada ao ponto de ter que ser a minha mãe a tratar da minha higiene pessoal... que eu tinha dores horríveis, vinte e quatro sobre vinte e quatro horas... e hoje estou assim...

Ultimamente, só me dá para chorar. Ainda me custa a acreditar. Como tudo isto fosse um sonho. (tenho muito medo de acordar).

Mas... não é um sonho. Eu estou acordada. O mais acordada como jamais estive.

Apesar de já poder comer de tudo, novamente, continuo com a minha dieta. Este regime alimentar é o grande e derradeiro passo para o tratamento desta e de outras doenças.

Por vezes, como uma sopinha. Outras vezes, uma torrada. Já comi um pastel de nata e dois pastéis de bacalhau. Permito-me cometer estes pecaditos, porque eu mereço.

Eu mereço porque cheguei onde cheguei, única e exclusivamente porque nunca desisti, apesar de, muitas vezes, só me apetecer desistir. Porque segui a dieta à risca, sem batotas. Porque jamais estive com aquela atitude derrotista de que "se calhar, mim, a dieta não vai fazer nada". Porque acreditei mais nos cientistas com provas dadas em laboratórios do que nos meus médicos. Porque insisti. Porque o que eu queria mesmo era ficar curada.

A Cura

Em que consiste a cura?
Para quê a cura?
Para quem?
Estamos prontos?
O que ganhamos?
O que perdemos?
Queremos realmente a cura?...

Há que saber\querer responder a estas questões. São importantes, na minha opinião. É aqui que reside toda a força que uma pessoa precisa para conseguir mudar a sua vida.

Se eu estou curada? Bem... estou sem dores, os meus exames clínicos estão "limpos". Estou a trabalhar normalmente e durmo bem toda a noite. Consigo correr, consigo saltar. Voltei a ser a Susana de antigamente, que estava sempre a rir e a cantar. Acho que sim, que estou curada.

E, agora, vou Viver a Vida tal como ela deve ser vivida. Claro que, com mais prudência. À primeira todos caem...

Quero aqui deixar, mais uma vez, o meu muito obrigado a todos os que me ajudaram neste caminho. À Carol Sinclair, ao Dr. Alan Ebringer e ao KickAS.org que me deram a conhecer esta dieta. E aos meus amigos que me deram a mão...

Quanto a todos os que ainda não se deram uma hipótese, façam-no. Só têm a ganhar... Mas, por favor, não o façam a acreditar que não vai dar em nada. Porque isso, é auto-sabotagem.

E para todos aqueles que, no seu íntimo possam acreditar que não merecem a cura, que não merecem ser felizes... olhem para o espelho, olhem nos vossos olhos e sorriam. Todos merecemos ser felizes. Só porque... sim.
(sim, tens razão, isto é para ti...)


Um abraço grande a todos e até de repente...

Susana Lopes

ps. se precisarem sabem onde me encontrar

flower

Susana Lopes

Mensagens : 364
Data de inscrição : 27/12/2007
Idade : 43
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://espondiliteanquilosante.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Ritinha em Seg Jan 18, 2010 3:37 pm

flower

Ritinha

Mensagens : 15
Data de inscrição : 19/07/2009
Idade : 45

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  charlie em Qua Jan 20, 2010 1:48 am

Susana, estou tão feliz de ouvir estas notícias. Com tu já sabes a dieta também acabou com o meu EA, mas eu ainda não teve coragem para comer amido outro vez, apesar de ter feito 3 anos sem sintomas. Tenho tanto medo de EA, que ainda não consigo contemplar acabar com a dieta!

Com tantas historias de sucesso com as nossas, quando será que a dieta sem amido vai ser considerado a primeira terapia que pessoas com EA recebem e não a última recurso que doentes tem que descobrir por eles próprio através do internet, depois de piorar a problema com NSAIDs (non-steroidal anti-inflammatory drugs ). Também é uma vergonha por exemplo que a dieta sem amido não se encontra no site do ANAE. Alguém já falou com eles sobre isso?

Charlie

charlie

Mensagens : 31
Data de inscrição : 14/03/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Susana Lopes em Sex Jan 22, 2010 4:22 am

Charlie,

Obrigada pelas tuas palavras. É uma vitória que me está a saber tão bem, como tu deves estar a imaginar. Mal comecei a dieta, eu mandei um email para a ANEA mas nunca tive resposta. É uma vergonha, sim, saber que tanta gente está a sofrer e que poucos sabem desta maneira tão simples de tratar uma doença tão grave...

Charlie, aproveito para te agradecer o teu apoio nesta minha caminhada. Tu foste um exemplo para mim, a tua história deu-me forças sempre que eu vacilava. Pensava para mim, o Charlie anda de bicicleta e esteve bem pior que eu. Tu, a Zélia e todos os nossos amigos do KickAs que fazem a dieta e venceram esta doença. A vocês, tenho que agradecer a minha vitória. E a todos os que, mesmo não acreditando, nunca me disseram para desistir da dieta. Simplesmente, estiveram do meu lado, a darem-me força. E à minha amiga Páscoa que, apesar da dieta não ter sido a resposta certa para ela, deu-me a mão e esteve sempre comigo.

Um abraçinho Smile

Susana Lopes

Mensagens : 364
Data de inscrição : 27/12/2007
Idade : 43
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://espondiliteanquilosante.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Páscoa em Sex Jan 22, 2010 8:33 am

Quando soube da vitória da Susana, eu que acompanhei quase todo o seu percurso, senti como se fosse a minha vitória também e pensei que se acendia uma Luz de esperança, para todos que passam por aqui.

Porque o que falta muitas vezes a quem sofre de uma doença como a nossa é esperança, é ver um caminho diferente.

Quando escrevi aqui a minha primeira mensagem estava completamente derrotada, com o apoio da Susana consegui aceitar a EA . Tentei também a dieta e apesar de ela comigo não resultar, mantive sempre uma mensagem de optimismo e respeito para todos que a quisessem seguir.

Um abraço a todos.
Páscoa


Última edição por Páscoa em Sex Jan 22, 2010 1:04 pm, editado 1 vez(es)

Páscoa

Mensagens : 192
Data de inscrição : 04/04/2008
Idade : 59
Localização : Almada

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Susana Lopes em Sex Jan 22, 2010 11:48 am

Páscoa, amiga... obrigada pelas suas palavras. flower

Susana Lopes

Mensagens : 364
Data de inscrição : 27/12/2007
Idade : 43
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://espondiliteanquilosante.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Lia Teixeira em Sex Jan 22, 2010 3:13 pm

Olá!!!!!!!!!!!!!

Vencedor é todo aquele que, ao contemplar o pôr-do-sol, não precisa recorrer, covardemente, ao emprego do 'futuro do pretérito'. Ex: Hoje eu 'poderia' ter feito mais pelos meus sonhos.
Emerson Edeberg

Tu já és uma vencedora!!! Eu não sei se alguma vez terei a a tua coragem pale mas vamos com calma que ainda só introduzi o arroz há muito pouco tempo. Razz


Parabéns amiga!

Lia Teixeira

Mensagens : 12
Data de inscrição : 26/12/2007
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Marta em Sab Jan 23, 2010 3:15 pm

Olá Susana flower estou mesmo feliz por ti amiga cheers

Agora tens que me responder a uma data de perguntas: o que te levou a dar esse passo? Sentiste que estavas pronta? E a fibromialgia? Eu sei que mantens a dieta como teu regime alimentar mas também disseste que comias sopa. Sopa de quê? E o teu intestino continua bem ou os sintomas do SII voltaram? O que sentes assim no geral desde que descobriste que estás boa?

Eu sei que são muitas perguntas mas tu sabes que eu sou assim lol!

Beijo I love you

ps. vais continuar a escrever no blog da comidinha? tongue

Marta

Mensagens : 6
Data de inscrição : 21/10/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Susana Lopes em Dom Jan 24, 2010 4:47 am

Olá, Lia flower

Tu és tão corajosa quanto eu, aliás todos nós somos corajosos, de uma maneira ou de outra. Andamos à procura de respostas, fazemos experiências, tentamos caminhos. As pessoas que não desistem, mais cedo ou mais tarde encontrarão a solução, eu acredito nisso. O que não vale é ficar sentado à espera, sem se fazer à estrada.

Estás a dar-te bem com o arroz? Espero que sim Smile


Olá, Marta! flower

As tuas perguntas são sempre bem-vindas! Sem perguntas, não há necessidade de procurar respostas e, assim, corríamos o risco de não sair do lugar.

O que me levou a dar este passo foi um simples desejo de comer um pastel de nata lol! enquanto lia o tão falado livro de Rhonda Byrne, o Segredo.

Eu sempre acreditei que uma atitude positiva é a chave para encontrar a solução para tudo, o livro fala disso mesmo. Fala também na importância que se dá à doença. Eu costumo dizer que quanto menos atenção à coisa, menos ela nos aborrece e o livro confirma.

Eu sentia-me bem, nessa altura, a minha atitude perante a doença, perante a vida tinha mudado completamente, desde a altura em que me foi diagnosticada a EA. Resolvi comer o pastel de nata. Apesar do imenso medo que tinha, resolvi que não iria pensar mais no assunto. Comi, está comido.

Na semana seguinte, no dia de Natal, "roubei" uma fatia de bolo de brigadeiro que a minha irmã estava a comer. Todos olhavam para mim com aquela cara de coitadinha, nós entendemos-te mas e agora, como vai ser o resto da semana? Mas acabou por correr tudo bem.

Então, lembrei-me de fazer uma sopinha, só com cenoura e abóbora com uns grãos de arroz. E... tudo bem, na mesma.

Desde aí, tenho comido (dia sim, dia não) sopa ao jantar. Por vezes, uma torrada. Já como fruta como comia antigamente, incluindo a banana. E outros legumes. O que eu não como: massas, batatas, cebola, pimentos, tomate, especiarias (mas já uso ervas aromáticas), leite (já como iogurtes), feijão, grão, ervilhas, café e bebidas alcoólicas.

O meu intestino continua a funcionar bem.

Não tenho qualquer sintoma desagradável. Penso que isso se deve ao facto de manter com a parte essencial da dieta.

Não tenho tido crises de fibromialgia, se bem que esta noite as pernas estavam um pouco inquietas. A fibromialgia destinge-se muito bem da EA. São dores completamente diferentes. Tenha a certeza que a dieta teve uma papel fundamental no tratamento da fibro, com a ajuda preciosa do cálcio, magnésio e potássio. Tomo estes três suplementos mês sim, mês não. E a prova em como esta dieta resulta em doentes fibromialgicos, está em três pessoas que eu conheço que resolveram experimentar a dieta juntamente com os suplementos. Elas recuperaram de uma forma incrível.


Espero que tenha ajudado nas tuas dúvidas, sempre que quiseres ando por aqui flower


Um abraço a todos e bom fim-de-semana sunny

Susana Lopes

Mensagens : 364
Data de inscrição : 27/12/2007
Idade : 43
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://espondiliteanquilosante.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Paula Marques em Dom Jan 24, 2010 6:02 am

Correndo o risco de ser repetitiva, a atitude é essencial. Se todos enfrentássemos a doença (esta ou outra qualquer) com uma atitude positiva, tudo seria diferente. E Susana penso que está na altura de eu dar mais um passo na minha caminhada. Que acha de eu experimentar o arroz? Já faço a dieta há quase 11 meses.

Um beijinho da Paula

Paula Marques

Mensagens : 4
Data de inscrição : 24/10/2009
Idade : 47

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Susana Lopes em Seg Jan 25, 2010 5:20 am

Querida Paula, olá flower

A amiga já o disse: a atitude é o essencial. Já sabemos que os valores das suas análises clínicas estão normais (parabéns!!!) por isso, se acredita que está na hora: está na hora. Mas, se o for fazer, faça-o sem medos. Faça-o e não pense mais no assunto. Quanto mais atenção dermos à coisa... não é assim?

Não se esqueça, o arroz tem que ser simples. Água, um pouco de sal e, preferencialmente, umas gotas de azeite (há quem use margarina, mas por agora vamos deixar os lacticínios de lado, o azeite é melhor).

Um beijinho sunny

Susana Lopes

Mensagens : 364
Data de inscrição : 27/12/2007
Idade : 43
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://espondiliteanquilosante.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Sporting em Seg Fev 01, 2010 3:48 pm

Fico muito feliz com essas notícias Susana Very Happy . As reacções q nós temos acabam por ser mt parecidas. Ainda hoje dou por mim a pensar como é que isto é possível?

Os pasteis de nata são maravilhosos. Agora ainda sabem melhor. Laughing

Sporting

Mensagens : 68
Data de inscrição : 26/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Para Sporting...

Mensagem  Susana Lopes em Ter Fev 02, 2010 3:18 am

Olá, Ricardo sunny

Nem imaginas como fico feliz (mesmo, de coração) com a notícia que também tu estás bem! Parabéns!!!

E sim, os pastéis de nata têm um sabor diferente! Têm um gostinho a vitória! Por vezes, custa-me a acreditar... no dia 1 de Janeiro, comi um dos famosos pastéis de bacalhau da minha mãe e desatei a chorar e a rir ao mesmo tempo. Que vitória a nossa, amigo! E o mais importante: somos cada vez mais!

Muitas felicidades para ti e para mana!

(e muito obrigada pelo apoio, ao longo desta caminhada... )

flower

Susana Lopes

Mensagens : 364
Data de inscrição : 27/12/2007
Idade : 43
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://espondiliteanquilosante.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Páscoa em Ter Fev 02, 2010 7:26 am

"Um verdadeiro amigo é alguém que te conhece tal como és, compreende onde tens estado, acompanha-te em teus lucros e teus fracassos, celebra tuas alegrias, compartilha tua dor e jamais te julga por teus erros."



Beijinhos
Páscoa

Páscoa

Mensagens : 192
Data de inscrição : 04/04/2008
Idade : 59
Localização : Almada

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Sporting em Ter Fev 02, 2010 3:21 pm

Susana Lopes escreveu:Olá, Ricardo sunny

Nem imaginas como fico feliz (mesmo, de coração) com a notícia que também tu estás bem! Parabéns!!!

E sim, os pastéis de nata têm um sabor diferente! Têm um gostinho a vitória! Por vezes, custa-me a acreditar... no dia 1 de Janeiro, comi um dos famosos pastéis de bacalhau da minha mãe e desatei a chorar e a rir ao mesmo tempo. Que vitória a nossa, amigo! E o mais importante: somos cada vez mais!

Muitas felicidades para ti e para mana!

(e muito obrigada pelo apoio, ao longo desta caminhada... )

flower

Obrigado Susana, a sério.

Sporting

Mensagens : 68
Data de inscrição : 26/01/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Filipe Paninho em Seg Ago 26, 2013 8:37 am

Boa tarde,

Apesar de já ter visto este fórum há algum tempo resolvi explorá-lo por ter sentido alguns sintomas/reacções novas (relatadas na minha apresentação) e uma das coisas que mais me deu curiosidade foi esta dieta... Idea 

Como costumo dizer se é natural mal não deve fazer a acredito que faça bem diferença e a julgar pelo relatos vou ter atenção a ela... Very Happy 


Obrigado por todo este esforço de divulgação! Very Happy



Filipe Paninho

Mensagens : 5
Data de inscrição : 24/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  O lutador em Seg Jun 23, 2014 6:40 pm

Olá para todos, sou o Márcio Trigueiro, sou Brasileiro, 37 anos, e há pouco menos de um ano fui diagnosticado com EA.

Venho primeiramente agradecer a Deus e a todos aqui neste fórum por compartilhar tão preciosas informações, em segundo lugar venho também compartilhar uma vitória alcançada recentemente contra esta doença tão perversa.

Minha história é bem semelhante há de muitos aqui, inicialmente há uns cinco anos atrás eu sentia dores não muito fortes de tempos em tempos, pensava ser normais devido a idade e esforço no trabalho, o fato é que ano a ano as crises iam ficando cada vez mais fortes, até que no início do primeiro semestre do ano passado (2013) eu fiquei quase sem andar devido a dores fortíssimas no quadril, não obstante as dores noturnas na região lombar na segunda metade das noites, assim, minha qualidade de vida estava péssima, remediava a situação com anti-inflamatórios e analgésicos comuns.

Não demorou muito, e ao procurar um reumatologista, o mesmo desconfiou de EA e ao solicitar o exame HLA-B27, veio a confirmação de positivo confirmando a doença.

Fiquei um pouco deprimido no começo, salvo os sintomas desta horrível doença, minha saúde era perfeita, raramente tinha um resfriado ou qualquer virose, não obstante ao fato de ser uma doença crônica e sem cura, pelo menos dentro dos paradigmas da medicina convencional. Logo iniciei o tratamento com algumas doses de corticoide para desinflamação rápida e sulfasalazina para controlar a doença, foi assim que as dores diminuíram e começou outra odisseia de problemas.

Comecei a ter gastrites, colite, diarreia, e fadiga com muiiiiiiito mal estar, obviamente devido a medicação e seus efeitos colateriais nefastos, passei assim por meses a fio, haviam noites que chegava a chorar de dor e desconforto, até que finalmente reagi como um bravo lutador e destinei maior parte do meu dia a pesquisar tudo que relacionava-se com EA na internet. Sou um pequeno empreendedor, o que me permitiu organizar meu dia priorizando o que é mais importante, ou seja, a busca intelectual para resgatar minha saúde, foi daí que fiz uma varredura pela internet em tudo que se relacionava com esta doença e outras semelhantes.

Isto foi há pouco mais de três meses atrás, li sobre a teoria do mimetismo molecular do Dr. Alan Ebringer, a pesquisa que havia feito sobre o gatilho desta doença etc, centenas de teses científicas semelhantes e me atentei a pesquisar também sobre a “máfia” da medicina atual com a indústria dos fármacos (assunto vasto que deve ser a parte).
Foi uma verdadeira jornada rumo ao conhecimento sistemático e minucioso sobre o assunto, assim fiquei convicto de que 90% da cura vem de nós mesmos, minhas conclusão me fizeram iniciar uma mudança radical em vários níveis da minha vida, com terapias paralelas e dois objetivos, livrar-se dos fármacos e ficar com menos dores, e como diz muitos amigos comedidos por esta doença cruel: ter minha vida devolvida.

Iniciei a dieta baixa em amidos (pesquisar por Alan Ebringer) e paralelamente ainda tomava os remédios com seus efeitos colaterais devastadores, só vim sentir algum resultado pouco mais de um mês depois, quando diminuí o uso dos anti-inflamatórios sem aumentar a dor, no começo quase desanimei, mas li um pouco sobre concentração plasmática dos elementos que ingerimos e constatei que mudanças de hábitos, tratamentos fitoterápicos e alimentos funcionais não são absorvidos com tanta rapidez pelas células como os remédios sintetizados quimicamente, os tratamentos naturais podem demorar dias e até meses para poderem reagir com o organismo, assim, continuei seguindo em minha busca incansável por tratamentos alternativos.

Após pouco mais de um mês do início da citada dieta sem amido, iniciei o consumo de chá da semente de sucupira, óleo de copaíba, suplemento de magnésio e ingestão de água mais alcalina (PH 7,5), assim, logo nos primeiros dias vieram resultados surpreendentes, mais disposição, sensação de desintoxicação e ânimo com sensação de estar no caminho certo, porém, ainda dependia um pouco dos medicamentos alopáticos, mesmo com menos dores, estes duraram até quase 2 meses atrás, quando iniciei o consumo diário do “açafrão da terra” (cúrcuma) e suplemento vitamínico, o resultado foi tão surpreendente que por definitivo parei com os medicamentos, agora me sinto seguro em afirmar que a ingestão do açafrão veio coroar o sucesso desta terapia alternativa que abrange tão simplesmente uma vida nutricional mais saudável.

Fazem quase 2 meses que não tomo os anti-inflamatórios e sinto agora pouquíssimas dores, raramente, e coincidentemente quando como alguma besteira (amido ou outros polissacarídeos, sendo que a dor noturna desapareceu por completo, sinto que cada vez mais o que restou das mesmas, ficam cada vez mais distantes e fracas, por isso não me demorei em dar este testemunho a todos, no qual afirmo com veemência que nossa saúde está em nossas mãos.
Seguirei bravo e forte na busca da verdade, e quero que todos vocês a encontrem como eu encontrei, sei que existem casos de EA muito mais severos do que o meu, mas independentemente do seu grau de sofrimento com esta doença, eu te digo com toda certeza deste mundo, você vai se curar!!!. Nada, absolutamente nada e nenhuma doença é mais forte do que a capacidade do corpo humano de se auto curar, e para isso você deve apenas colaborar com seu corpo, provarei isso com estes links abaixo com palestras e documentários abaixo que provam o que afirmo e o que muitos alcançaram além de mim.

“Eu espero de coração que novos caminhos se abram a sua frente, que o vento sopre levemente em suas costas, que o sol brilhe suave em seu rosto e que a chuva caia bem de mansinho em seus campos, até que nos encontremos de novo.”

Lair ribeiro – Alimentação saudável

https://www.youtube.com/watch?v=uUsiUOIqcXc&src_vid=NygPgMTEmcE&feature=iv&annotation_id=annotation_2361147845

Lair ribeiro - Alimentos funcionais

https://www.youtube.com/watch?v=4yK6gK9xYmw
Márcio Trigueiro

O lutador

Mensagens : 1
Data de inscrição : 23/06/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Dieta sem Amido... ou como eu voltei à minha vida normal.

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 5:13 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum