estomago

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

estomago

Mensagem  Convidad em Dom Jan 18, 2009 3:15 pm

Dois milhões de portugueses sofrem de alguma das 150 doenças reumáticas e três milhões têm sintomas. Os tratamentos, temporários ou permanentes, são feitos com anti-inflamatórios não-esteróides (AINE), eficazes e melhoram a qualidade de vida do doente mas causam graves efeitos secundários a dois ou três por cento dos pacientes. Muitos morrem devido a hemorragias e perfuração gastrointestinal, porque a maioria (60 por cento) não faz protecção gastrointestinal.


Para evitar os elevados custos económicos e sociais dos efeitos secundários dos AINE, foi hoje divulgado ao final da tarde a cerca de quatro centenas de médicos de clínica geral e familiar, reunidos, em Lisboa, os benefícios da protecção gastrointestinal proporcionada pela classe de medicamentos inibidores de bomba de protões, terapêutica normalmente prescrita para o tratamento de úlceras do estômago e do duodeno e da doença do refluxo.



Os inibidores de bomba de protões existem no mercado nacional desde há cerca uma dezena de anos e reduzem a acção gástrica provocada pelos anti-inflamatórios não-esteróides.



O gastrenterologista Nobre Leitão, director de Serviço de Gastrenterologia do Instituto Português de Oncologia, sublinha ao CM para a importância dos doentes, especialmente a partir dos 60 anos, fazerem protecção gastrointestinal com os inibidores de bomba de protões. “Podem se evitar muitos internamentos hospitalares, muitas mortes e poupar muitos milhões de euros, precisamente prevenindo a ocorrência dos efeitos secundários causados pelos AINE.”



Em Portugal não há dados sobre o número de mortes causadas pelos efeitos secundários dos AINE, mas no Reino Unido é responsável pela morte de oito mil doentes todos os anos.



Segundo Nobre Leitão, é necessário sensibilizar os médicos de clínica geral para a importância da prevenção dos efeitos secundários, dado que por regra “os médicos não receberam formação para a prevenção, mas formação curativa”.



No encontro, o reumatologista Augusto Faustino afirmou que as doenças reumáticas são responsáveis por um quarto de todas as consultas de medicina geral e familiar, causam a morte a dois mil portugueses por ano, são causa de invalidez de 50 mil portugueses e incapacidade a 700 mil indivíduos em Portugal. Um terço da população portuguesa tem sintomas de alguma das doenças reumáticas.



O especialista alertou ainda para a necessidade, perante este universo de doentes, tratar o mais precocemente o paciente, porque “a doença na fase inicial é reversível e evita-se o agravamento do processo inflamatório”.

Cristina Serra

correio da manha

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Obrigada pelo alerta

Mensagem  Convidad em Seg Jan 19, 2009 3:34 am

De facto, dá que pensar, o nosso estomago é que suporta as crises....

Já me tinha referido a isso, no tópico dos orgãos afectados, pois tenho a noção que o estomago é bastante sacrificado e temos de saber prevenir, antes do mal estar instalado.

Penso que todos devemos tomar o protector gástrico, neste caso nós espondiliticos que temos que tomar os Aines, somos um alvo bastante mais provável de ter algum problema relacionado com o estomago como é óbvio.

Acredito que qlq um de nós já sentiu algum mal estar provocado pela toma dos medicamentos, mas que é um mal que não podemos fugir, embora o protector ajude bastante a que isso não aconteça, é inevitável, por isso deve ser tomado sempre que a sobrecarga de medicamentos provocada pelas crises o exigam e até fora delas, como prevenção de vez em quando para acalmar o estomago e desde logo, não a partir dos 60, embora nesta idade seja ainda mais aconselhável.

Hj em dia acho que todos estamos mais alertados para esse problema e todos tomam algum protector gastrico para se protegerem, até pk o estomago reclama senão o fizermos.

bjinhos

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

protector

Mensagem  Convidad em Ter Jan 20, 2009 8:06 am

ola Maria Ferreira

Coloquei esta noticia porque para mim isto esta a ser muito confuso.Isto porque eu tenho muitas dores no estomago quando tomo antiinflamatorios ou outros mais fortes.Mas o primeiro medico que tive em Coimbra (no particular) Dr.Jose Antonio Pereira da Silva aconselhou-me a naõ tomar porque esses medicamentos eram perigosos para o organismo...bem so em caso de não aguentar e que eu la tomava...agora estou no público com uma médica do Instituto de reumatologia que tambem me disse para os evitar... vamos la nos compreender isto Very Happy ... por isso quando vi a noticia pensei pelo sim pelo não ,vou tomar... pelo menos alivia a dor... mas acho que ha aqui muita confusão neste país a beira mar plantado...interesses sei la ...isto tudo me da volta ao estomago (para ajudar) What a Face

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ola Sila

Mensagem  Convidad em Qua Jan 21, 2009 5:17 am

ahahahaha, gostei dessa que td isto dá a volta ao estomago, vejo que pelo menos mantem o bom humor, o que é excelente.

Essa do protector nos fazer mal, nunca ouvi sinceramente, acho que mal fará se não tomarmos nada para proteger o estomago, como é lógico.

Não é possivel tomarmos tantos medicamentos sem qlq protecção do estomago, eu até axo que isso para muitos nem será o suficiente pois queixam-se na mesma, então como seria senão tomassem nada???

Pode ter contra indicações(hei-de ler) mas como todos o teem, axo que vale a pena tomar sem duvida.

se o antiinflamatorio fosse injectavel, talvez ajudasse, pois não compremetia o estomago, mas não era tão pratico, pois um comprimido tomamos a qlq hora e a injecção não seria bem assim...
são ideias, mas que vou sempre tentando descobrir mais, td que nos ajude a viver melhor.

bjinhos

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: estomago

Mensagem  pedro.pereira em Ter Out 06, 2009 6:29 am

Very Happy , só uma correcção, embora hajam AINES injectáveis, os problemas gástricos são os mesmos, porque não advêm apenas da passagem pelo estômago mas também da acção que têm no estômago quando estão em circulação.
Quanto ao Inibidores de bombas de protões (IBP) são muito seguros, mas como tudo estão associados a efeitos secundários, alguns deles gravíssimos (pe insuficiência renal) mas felizmente raríssimos (penso que à volta de 1/100.000, mas estou a dizer de cabeça).
Pedro

pedro.pereira

Mensagens : 8
Data de inscrição : 20/09/2009
Idade : 33
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: estomago

Mensagem  Convidad em Ter Out 06, 2009 8:38 am

Ola Pedro

Obrigada pela sua intervenção e esclarecimento, de facto esta doença dá que pensar, andamos sempre em busca de conhecimento para atenuar a dor que nos martiriza a todos, daí por vezes haver dúvidas, como esta minha, mas que agora fiquei a saber que não é viável.

Acredito que talvez um dia se descubra algo milagroso para esta doença cruel, que nos dê uma melhor qualidade de vida a todos, mas até lá vamos vivendo o melhor que podemos e sabemos, como grandes guerreiros que somos.

Até á próxima!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: estomago

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 5:14 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum